Dicas para ter um layout funcional em sua loja virtual

Se você está procurando uma empresa que crie sua loja virtual, isso é muito fácil de encontrar! Utilize o Google e verá inúmeras empresas que podem criar isso para você, agora se você realmente deseja construir um novo empreendimento, que lhe dê lucro, bem, preciso lhe pedir que descarte ao menos 70% desta lista de desenvolvedores de lojas virtuais, isso por que poucas empresas estão realmente interessadas em como isso pode trazer benefícios para você, o que interessa é apenas o quanto você está investindo. Aqui na SERI.E DESIGN O layout é tão importante quanto o próprio produto, acreditamos que a experiência de compra deve ser tão agradável que o consumidor não tenha pressa de sair da loja virtual. Pois bem, pensando nisso, resolvemos lhe dar uma “mãozinha” para que você não pague o preço por um trabalho desenvolvido sem as técnicas necessárias.

1) A estrutura é o começo de tudo

Será que você já ouviu falar em wireframe? O Wireframe é o projeto inicial da loja, até mesmo para se construir uma casa é necessário criar um. O wireframe tem a mesma função de uma planta baixa, geralmente ele é um arquivo em preto e branco demonstrando a disposição de cada detalhe da loja: Largura das colunas, quantidade de banners, espaço para o logotipo, tamanho dos selos de pagamento, medida das fotos, etc. Para facilitar seu entendimento, aqui na SERI.E DESIGN enviamos o wireframe em formato preview, atraves de um link com imagens estáticas apresentamos funcionalidades e conceito visual proposto para o seu projeto e também no que definimos quais os aplicativos e diferenciais que serão utilizados na loja.

É importantíssimo avaliar esta etapa com cautela e sem pressa, para garantir que não haja falhas depois que a loja estiver 100% pronta.

2) A grama do vizinho nem sempre é mais verde

Se você é daqueles que gosta tanto da loja de seu concorrente que resolveu criar a sua quase que uma cópia, você está fazendo isso errado!

Analisar a concorrência é realmente muito importante, mas não se limite apenas a lojas de seu segmento, avalie o que tem dado certo para eles e se inspire a buscar diferenciais, não apenas em seus concorrentes mas também na experiência de compra em outras lojas de outros segmentos.

3) Não fuja de suas raízes

Antes de iniciar o seu layout busque muitas referências de seu mercado: cores, fontes, fotos, funcionalidades, benefícios, etc, e utilize-as para que seu consumidor se sinta em casa. Ele precisa perceber logo de cara que está dentro de uma loja que vende aquilo que ele procura.

Criatividade é sempre bem vinda, mas não perca o bom senso, mantenha o foco no seu segmento de vendas.

4) O que importa é o Consumidor.

Desculpe a franqueza, mas neste momento: Sua opinião não importa!

Não deixe que suas preferências pessoais falem mais alto do que aquilo que o seu público alvo realmente gosta, afinal, são eles que você quer atingir. Claro que a loja não precisa fugir totalmente do que te agrada, mas tenha bom senso ao escolher os detalhes, nesse momento, sua opinião pode colocar tudo a perder.

5) Purpurina e Neon

Amigo empreendedor: Uma loja virtual não é um site institucional.

Luzes cintilantes? Logo que gira? Mouse com bichinho que segue? Banner de promoção que Pisca? – ESQUEÇA.

O Foco da sua loja tem que ser exclusivamente para o produto, nada deve chamar mais atenção do que ele e o botão comprar. Isso pode deixar sua loja cansativa para os olhos e o consumidor desistir da compra.

6) Cores e mais cores

A partir das cores é possível  decidir o que quer passar para seu consumidor. Mas falando de e-commerce, evite o uso excessivo de cores fortes, procure sempre mesclar com o branco ou o cinza, isso trará tranquilidade para a leitura online. De qualquer forma deixe para um especialista como a SERI.E DESIGN sugerir as melhores opções para o seu projeto.

7) Muitas vezes o menos é mais

Sabe por que o EUA é 1ª lugar em e-commerce no mundo? Por que se preocupam mais na facilidade e agilidade em comprar o produto do que em banners promocionais. Não seja exagerado, procure ser clean, e mesmo se usar cores fortes organize seus ícones de maneira que não fuja do foco: O produto.

8) Plataformas

Hoje existem diversas plataformas disponíveis no mercado, de todos os portes, regiões e preços. Não se iluda em achar que a mais cara é a melhor, independente do preço entre as diversas opções a melhor é a que se encaixe dentro do seu projeto. Para não perder tempo e nem cometer erros, entre em contato conosco!

Estas  dicas são apenas uma parte dos grandes benefícios que uma operação de e-commerce bem planejada pode trazer ao seu empreendimento.

Fonte: ecommercenews

7 tendências para seu e-commerce sair na frente

Descubra como deixar seu e-commerce mais lucrativo

A crise não diminuiu o crescimento do comércio online. O e-commerce cresceu 11% em relação ao ano anterior, movimentando R$ 53,4 milhões. Acompanhar as tendências de mercado e criar melhorias é um passo importante para manter-se a frente de concorrentes cada vez mais presentes.

Confira abaixo:

1- O cliente em primeiro lugar

Além da comodidade e conveniência, as lojas virtuais precisam se preocupar com a experiência do usuário, cada vez mais exigente. Uma loja precisa transmitir segurança, boa experiência de compra, ofertas relevantes e atendimento personalizado.

2- Mensure e analise sempre

Uma das vantagens do e-commerce é a possibilidade de testar e ver o que dá certo e o que não funciona. A mensuração fornece uma visão aprofundada e maior alcance sobre o comportamento do cliente dentro da loja, possibilitando conversões maiores.

3- Atendimento ao cliente mais próximo e interações em tempo real

Um atendimento personalizado e humanizado atrai mais clientes a realizarem uma compra na sua loja. Um exemplo são ferramentas de chat online, redes sociais, SMS e newsletter. Outro fator é interações que podem ser feitas diretamente como: citar nominalmente o cliente no blog, interações em redes sociais, otimizar interação da loja, etc.

4- Crescimento do mobile

Uma loja responsiva (que se adapta no celular) é cada vez mais importante com o aumento do uso de celular para compras online. Quem investir no e-commerce mobile e focar no atendimento diferenciado conseguirá crescer neste mercado.

5- Venda via redes sociais

É possível vender mais através das redes sociais. É preciso engajamento, criatividade e presença da empresa. Para isso, é preciso mensurar, testar e analisar o que está funcionando nas suas redes sociais e o que pode melhorar.

6- Cuidado com as entregas no mesmo dia

Muitos clientes gostam de receber o item rapidamente, mas é preciso verificar se esta é a melhor opção para seu público-alvo e se sua atual estrutura consegue oferecer a opção.

7- Small Data é tendência estratégica

A Small Data ganha traz espaço para insights e ideias exclusivas. A estratégia constitui em avaliar o consumidor de perto durante toda a sua rotina. O método proporciona a visão para novas inovações que o cliente poderia utilizar para facilitar no seu dia a dia.

Quer ter uma loja profissional? Conheça nossos planos!

6 Motivos para abrir uma loja virtual

Nos próximos anos, o varejo virtual aumentará de 3% para 6% do varejo total

Dados da Euromonitor International prevê que no Brasil, a paticipação das vendas online em 2019 será de 4.3% do total de vendas no país, atingindo U$ 19.1 bilhões.
Nos Estados Unidos e em alguns países Europeus e Asiáticos, as vendas online já são de 9%. Segundo o Ebit, a participação das lojas virtuais brasileiras já são mais de R$ 41 Bilhões em vendas anuais.
Motivos para abrir uma loja virtual:
1- Crescimento do setor e previsão de aumento nos próximos anos

Não fique para trás! O aumento das lojas virtuais já é estimativa econômica.

2- A praticidade de fazer compras online

As pessoas buscam praticidade no dia a dia. Segundo estudos do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), 33% dos compradores reconhecem a economia de tempo uma grande vantagem das compras online.

3- Comprar pela internet está mais seguro

Antigamente as pessoas tinham receio de comprar virtualmente, mas essa percepção mudou. Estudos apontam que numa escala de zero a dez, o índice médio de satisfação do consumidor brasileiro com as compras online é de 9.3
4- É fácil pesquisar e comprar os preços

Uma das vantagens do e-commerce é comparar preços e lojas dentro de casa.

5- O número de pessoas conectadas aumentou no Brasil

Segundo o IBGE, 50% das casas brasileiras tem internet.

6- Crescimento de smartphones com acesso a internet

Pesquisas revelam que há mais linhas de celulares que pessoas no mundo! O crescimento do aparelho contribui para o aumento de usuários online.

Netflix lançará serie inspirada em design, conheça a Abstract: The Art of Design

Serie contará a história dos maiores visionários de design do mundo

Os fanáticos por Netflix tem mais um motivo para se ligar na plataforma, Abstract: The Art of Design mostra a trajetória, as inspirações, os trabalhos e as principais referências de alguns dos profissionais mais visionários e criativos do universo contemporâneo das artes e do design.

Dirigida por Morgan Neville, a serie contará com oito episódios estréia dia 10 de fevereiro, a Netflix disponibilizou o primeiro trailer de Abstract: The Art of Design, confira:

10 erros de Design que sua empresa pode estar cometendo e não sabe!

bad-design

Na concepção de um site ou e-commerce, os critérios visuais e técnicos devem andar lado a lado, certo? Todas as empresas querem construir uma página visualmente atraente e tecnicamente performática. Afinal, de nada adianta levar em conta o design se a usabilidade é ruim.

Nesse post, aponto alguns erros de design que podem comprometer o desempenho da principal porta de entrada de seus potenciais clientes no ambiente digital. Procure avaliar ponto a ponto e tentar aplicar em seu site ou loja virtual. Prontos para começar? Então vamos lá:

1)Imagens muito pesadas

O principal erro na maioria dos sites e e-commerces. As imagens são as maiores responsáveis pelo tempo de carregamento da página, e podem significar a desistência do visitante/cliente. Também é importante considerar que muitos usuários acessam a web pelo celular, com uso restrito de dados. Você não quer ser o responsável por acabar com o pacote de dados do seu cliente, certo?

Solução: Otimize as imagens, e as substitua por imagens mais leves. O ideal é que imagens grandes não passem de 100kb e imagens pequenas tenham no máximo 50kb. Ícones, botões e demais objetos menores não podem passar de 10kb. Você pode usar ferramentas como o Tinypng para reduzir suas imagens sem perdas perceptíveis de qualidade ou mesmo transparência.

2)Imagens Pixeladas

As imagens ficam com aparência “pixelada” por duas razões: imagens muito grandes que foram comprimidas ou imagens muito pequenas que foram expandidas. É um erro bem comum e fácil de ser corrigido.

Solução: Use imagens no tamanho correto para que elas não percam em qualidade.

3)Objetos “flutuando”, sem sombra

Como todos os demais elementos, os objetos e imagens fazem parte do design de seu site ou loja virtual. Sendo assim, eles precisam estar inseridos na página. Lembre-se: os objetos produzem sombra quando expostos a fontes de luz. Da mesma forma, as imagens da web representam objetos reais, e precisam da sombra própria. Atente para isso antes de incluir imagens no site sem sombra.

Solução: Lembre-se de conferir cada imagem antes de publicá-la no site a fim de evitar que os objetos pareçam flutuar.

4)Imagens muito chamativas

Nem sempre chamar a atenção do cliente pode ser benéfico para sua página. Seu visitante fica perdido quando é bombardeado visualmente. Pondere! Se sua imagem prende muito a atenção, ela pode vir a atrapalhar o foco principal da sua página – navegação, interação e conversão.

Solução: Use imagens somente quando necessário. Observe se sua imagem não desvia o foco principal da página. Ferramentas de Heatmap são muito úteis para essa conferência.

5)Cores sem contraste ou com muito contraste

A escolha de cores é fundamental para a boa visualização do seu site. O contraste correto é responsável pelo entendimento do seu conteúdo. Usar cores muito parecidas ou muito opostas pode dificultar a visualização da sua página.

Solução: De modo geral, não use cores claras em fundos claros nem tons escuros em fundos escuros. Veja no exemplo abaixo:

6) Cores que não combinam

Ainda no exemplo acima, veja como os tons de vermelho e verde não harmonizam entre si. Também é importante seguir um padrão. Se uma página do seu site tem design mais voltado para o laranja, não convém usar outros detalhes em roxo, por exemplo.

Solução: Uma rápida pesquisa sobre Teoria das Cores pode dar boas dicas para a escolha correta da paleta de tons mais adequada.

7)Estilos diferentes de design

Sabe aquela dica básica de moda que xadrez e listrado não combinam? Você pode usá-la em seu site também. Usar diferentes estilos na mesma seção do site não convém. Se você usa ícones para suas subseções, continue usando ícones para todas; se sua página é mais voltada ao flat, não convém usar objetos muito realistas, ou mesmo sombras que não sigam esse estilo.

Solução: Procure seguir um padrão nas diversas seções de seu site para manter a harmonia de todo o conjunto de elementos.

8)Diferenças de alinhamento

O alinhamento dos elementos é ideal para a organização do seu site. Com os alinhamentos padronizados você transmite mais firmeza e confiança. Uma página bagunçada pode soar como desleixo ou amadorismo.

Solução: Revise conteúdos e imagens publicados e, se necessário, realinhe esses elementos para dar um ar mais profissional ao site.

9)Espaços em branco

Um erro muito comum e que muitas vezes não é notado pelo desenvolvedor, mas percebido facilmente pelos clientes. Muitos espaços ficam vazios, sem conteúdo, e simplesmente não acrescentam nada a sua página.

Solução: Lembre-se que organização é fundamental. Preencha esses espaços com material relevante para a navegação.

10)Falta de espaço

Erro oposto ao anterior, mas também muito comum. É bem desconfortável pegar o ônibus lotado, né? Também é muito desconfortável navegar em um site lotado de informações e estímulos. Perdido em meio à poluição visual, o usuário não se sente confortável no site.

Solução: O ideal é sempre deixar um espaço suficiente entre os elementos para que eles possam respirar e conviver harmoniosamente.

Espero que as dicas acima possam ser úteis para aprimorar ainda mais a qualidade do seu site e profissionalizar a forma como você se apresenta aos seus clientes na web.

fonte: ecommercenews

Criatividade + Canecas!

Não sabemos como funciona em outras agências, mas aqui na Seri.e Design, temos alguns serumaninhos que são bastante apegados a suas canecas! Temos canecas que guardam recados, canecas Storm Trooper, edições especiais da Coca-Cola, entre outras!

Por causa desse amor entre nossos designers e suas canecas, fomos atrás de designs diferentes desse comum objeto e encontramos alguns muito bacanas, que vão fazer até você pegar amor por uma caneca de café!

Confira:

Continue lendo “Criatividade + Canecas!”

O Efeito Minimalista!

As vezes, você termina um trabalho e acha que ele está lindo e perfeito mas percebe que, na verdade, ele acabou ficando poluído de informações e elementos gráficos! E agora? Como deixar a arte mais “clean” em tão pouco tempo? O que fazer para causar o efeito desejado?

A agência turca Antrepo, fez uma projeto onde compara a embalagem original de um produto, com uma que é meramente modificada e com a última, à direita, totalmente “clean”. O Resultado é bem bacana e nos mostra como a simplicidade as vezes funciona.

Será que o famoso efeito minimalista, funcionaria com grandes marcas!? Confira:

Continue lendo “O Efeito Minimalista!”

A Arte por trás de Procurando Dory da Disney

O novo filme da Pixar, Procurando Dory, estréia hoje nos Estados Unidos e a Disney liberou algumas imagens do processo criativo por trás do longa! Veja também fotos da equipe, liderada pelos diretores Andrew Stanton e Angus MacLane, trabalhando na nova aventura marinha:

Continue lendo “A Arte por trás de Procurando Dory da Disney”