Planejamento estratégico, tático e operacional: entenda as diferenças

Planejamento estratégico
Planejamento estratégico

Você conhece a distinção entre planejamento estratégico, tático e operacional? Esses são três recursos fundamentais para a sua empresa conseguir atingir os seus objetivos em qualquer área.

Planejar as suas ações com antecedência e monitorar os seus resultados é essencial para o seu sucesso. No entanto, é preciso saber a forma correta de fazer isso, senão, você corre o risco de não alcançar as suas metas e ainda prejudicar seus retornos.

Ao utilizar esse modelo, você poderá se certificar de que cada etapa do processo tenha a prioridade adequada. Será possível separar as grandes definições das menores e, assim, garantir que recebam a atenção necessária.

No artigo a seguir, você conhecerá mais a respeito das diferenças entre planejamento estratégico, tático e operacional e como elas são importantes para o seu sucesso.

Quais as diferenças entre planejamento estratégico, tático e operacional?

Tendo em vista a importância do planejamento para o sucesso de uma empresa, é importante entender os seus tipos para que seja possível atingir os seus objetivos e metas com excelência.

Confira, a seguir, as principais diferenças entre planejamento estratégico, tático e operacional:

Planejamento estratégico

O planejamento estratégico da sua empresa é a visão em longo prazo que ela tem dos próprios objetivos e envolve as decisões da alta administração do negócio, como a diretoria e os profissionais C-level.

Dessa forma, é um conceito fundamentado nos valores e na missão da corporação. Se ela não os tem, fica impossível realizar um planejamento estratégico, já que ela não mantém rumos claros.

Trata-se de uma visão para os próximos 5 a 10 anos da empresa. Por conta disso, não envolve o planejamento de iniciativas muito específicas, já que o período é bastante longo.

Planejamento tático

O planejamento tático tem um foco mais específico do que o estratégico, além de também ser a médio prazo. Em vez de se referir a toda a empresa, refere-se a um ou mais dos seus setores ou departamentos.

É nesse aspecto que começa a ser montada a estrutura para realizar a missão da empresa. São apontadas metas que contribuam para isso, além de se contar com processos focados em monitorar esses resultados ao longo do tempo.

Tendo como prazo entre 1 e 3 anos, o planejamento tático requer o desenvolvimento de ações específicas com foco em alcançar seus objetivos. Pode envolver tanto profissionais da alta administração quanto equipes de nível operacional.

Planejamento operacional

A partir das metas definidas no aspecto tático, cabe ao planejamento operacional desenvolver as ações necessárias para atingi-las. É nesse momento que se lida com as iniciativas mais concretas de todo esse processo.

Aqui, são envolvidos todos os níveis da empresa para garantir que a visão do planejamento estratégico seja cumprida e as diretrizes do aspecto tático correspondam ao que foi definido.

É o tipo de planejamento com menor duração, com seu período girando em torno de 3 a 6 meses. Isso é necessário para que sempre seja possível implementar ações rapidamente, mensurar seus resultados e aprimorá-las.

Quais os principais critérios que distinguem planejamento estratégico, tático e operacional?

Prazos

Um dos principais benefícios de utilizar esse modelo para elaborar a estratégia da sua empresa é que você passa a contar com múltiplas vias produtivas que funcionam de maneira paralela com ritmos diferentes.

O planejamento estratégico funciona mais a longo prazo, lidando com uma janela de tempo de 5 a 10 anos. Afinal, refere-se aos rumos da empresa no sentido macro. Já o tático lida com um timing de médio prazo, referindo-se a um período de 1 a 3 anos. Por fim, o operacional inclui planos de 3 a 6 meses.

Metodologia

Para ter sucesso em suas iniciativas, você precisa de uma metodologia eficaz que ajude a definir o que é importante para a sua empresa. Isso é fundamental para estabelecer objetivos e, assim, desenvolver seu planejamento estratégico, tático e operacional.

Existem diversas metodologias diferentes que ajudam nisso. Entre elas, estão o Business Model Canvas e o Balanced Scorecard. Para utilizá-las, é necessário ter em mente o papel da sua empresa no mercado e o que tem funcionado a seu favor e contra.

Objetivos

Assim como cada tipo de planejamento tem o seu timing, também tem proporções de objetivos diferentes. Isso ajuda a garantir que grandes metas tenham mais tempo para serem alcançadas, enquanto objetivos menores são atingidos rapidamente em ações do dia a dia.

O planejamento estratégico envolve os objetivos da empresa a nível macro, tendo como base a missão dela no mercado. O tático se refere à definição de metas que contribuam para que os objetivos maiores sejam alcançados. Já o operacional inclui o desenvolvimento de ações em seu menor nível, mas que contribuam para o todo.

Resultados

Os resultados de cada tipo de planejamento são condicionados pelos prazos. Ou seja, o planejamento estratégico requer mais tempo para trazer o grande progresso pretendido nele, assim como o operacional é capaz de gerar retornos menores rapidamente.

Como todos se complementam, a consequência disso é uma máquina produtiva que gera resultados de forma contínua a favor dos rumos pretendidos pela sua empresa. Basta reservar parte do tempo para monitorar seus resultados e certificar-se de que estejam dentro do esperado.

O que fazer em seguida?

O desenvolvimento de um planejamento estratégico, tático e operacional é algo essencial para o sucesso da sua empresa. Afinal, não é possível chegar aonde se deseja sem considerar muito bem cada ação que será desenvolvida com esse fim em mente.

No entanto, isso não significa que o seu trabalho termina por aí. Depois de planejar, chega a hora de colocar as ideias em prática. Você precisa garantir que os resultados pretendidos sejam alcançados por meio das ações implementadas.

Caso isso não aconteça, é preciso ter flexibilidade para enxergar possíveis ajustes a serem feitos na estratégia. Ao fazer isso, considere sempre o impacto de tudo nos três níveis para evitar sair do rumo estabelecido no início.

Essas informações ajudaram você? Então, compartilhe este artigo nas suas redes sociais para que os seus contatos também conheçam as particularidades do planejamento estratégico, tático e operacional. Já conhece nosso facebook, curta e compartilhe!