Planejamento de vendas para as datas de fim de ano

O planejamento certo fará toda a diferença para o seu e-commerce

Quem passou a infância inteira lendo revistinhas do Maurício de Sousa sabe que planos infalíveis, infelizmente, falham. Era até divertido nas histórias, mas no seu e-commerce, isso seria um desastre, não é verdade? Acontece que o personagem Cebolinha e seu amigo Cascão pulavam etapas cruciais para o sucesso de suas ações, o que no planejamento de vendas do seu negócio, não pode acontecer.

Planejamento Vendas
Planejamento Vendas

As etapas de preparação são especialmente importantes no fim do ano porque são datas que aquecem o mercado e geram grandes oportunidades para aumentar o capital de giro, os lucros, a conquista de novos clientes e a fidelização daqueles já existentes. Ou seja, é um dos momentos mais importantes para ganhar dinheiro!

Fizemos um conteúdo com todos os aspectos que devem ser analisados no seu planejamento de vendas de fim de ano. Confira!

Conceito e estruturação do planejamento de vendas

Planejar as vendas consiste em definir objetivos para determinado período e estratégias para alcançá-los. Parece simples, mas antes de colocar as metas lá nas alturas, é importante primeiramente dar um passo para trás e avaliar a situação atual do negócio.

Talvez seja por esse motivo que os planos infalíveis do Cebolinha não davam certo, ele não avaliava seu cenário atual. Então, para estruturar seu planejamento de forma eficiente, considere uma estruturação similar a esta!

Analise como está sua força de vendas

As compras do fim de ano podem exigir muito mais da estrutura comercial do que no restante do ano. É uma demanda fora da curva habitual que, para ser aproveitada, necessita organização e uma boa dose de logística.

Comece avaliando os níveis de estoque dos produtos, os processos internos e logísticos disponíveis, base de clientes, volume de comercialização atual, como está o capital de giro e suas finanças de forma geral. Esse levantamento dará um panorama do ponto de partida para a maratona de vendas.

Defina suas metas

Com uma análise completa desses elementos, é possível criar metas realizáveis e satisfatórias para o negócio. Para isso, considere ser bem específico sobre elas, e não somente determinar que o ideal é dobrar o faturamento.

E-commerces que já vivenciaram essa época podem avaliar o crescimento desse período em comparação aos anteriores. Mas além disso, é possível definir metas para cada produto comercializado. Desta forma, colocando aqueles com maior percentual de lucro em promoções especiais de Natal.

Crie suas estratégias

Com as metas de vendas para cada item, é preciso desenvolver estratégias para buscar os resultados estimados. Como já citado, é possível criar pacotes de produtos especiais para o Natal.

Na Black Friday, que usualmente acontece no final de novembro mas muitas empresas estendem seus descontos durante todo o mês é possível colocar os produtos com maior volume em estoque ou que já tenham modelos mais avançados disponíveis em liquidação.

Tenha em mente que, além do seu e-commerce, todos os outros vão criar ações para atrair e converter mais clientes e fazer apenas o básico pode ser insuficiente.

Avalie a possibilidade de elaborar embalagens especiais para os eventos, crie expectativas nos dias anteriores ou permita que seus clientes preferenciais façam reservas de produtos. Gerando a antecipação de compra, o e-commerce sai na frente de seus concorrentes e consegue atingir suas metas mais rapidamente.

Gerencie os resultados das estratégias

Quando as vendas começarem, avalie os resultados para tomar ações emergenciais. Veja o desempenho dos fornecedores, empresas de logística escolhidas e todas as demais estratégias definidas para o período.

É possível, por exemplo, ter uma margem para aumentar o percentual de desconto nos últimos dias da promoção. Assim, se as metas não forem alcançadas até o fim do período, uma liquidação derradeira pode ser realizada sem prejudicar o planejamento financeiro.

Saiba recolher outros benefícios do período

O foco desses meses de aumento da demanda deve ser nas vendas, mas isso não significa que o e-commerce não possa trabalhar paralelamente ações de longo prazo.

É possível, por exemplo, criar descontos da Black Friday especiais para os compradores que assinarem a newsletter da loja virtual. Assim, além da venda imediata, o cadastro também permitirá que a fidelização seja conquistada para os demais períodos.

No final das contas, planejar significa estar preparado para lidar com as variáveis do mercado e ter as melhores estratégias. Por isso, todas essas ações devem ser realizadas com antecedência garantindo, assim, que qualquer aquisição ou mudança de processos seja feita em tempo hábil.

Oportunidades e cuidados que o planejamento de vendas identifica

Preparar o e-commerce visualmente e tratar as fotos dos produtos e seus anúncios nas redes sociais também são ações fundamentais para o sucesso da estratégia. Com o planejamento de vendas, todos esses cuidados são mapeados e outras decisões também são ponderadas.

Quais produtos colocar em promoção?

Quando um planejamento de vendas é realizado, o empresário precisa decidir os produtos que colocará em promoção na Black Friday e datas de fim de ano.

Por exemplo, o que é mais vantajoso anunciar? Produtos com maior margem de lucros, que têm maior procura pelo público-alvo ou lançamentos? E quanto àqueles que estão parados há mais tempo no estoque? Lembre-se que esse momento de maior procura é uma oportunidade de apresentar:

  • a qualidade dos itens vendidos;
  • os serviços do e-commerce;

Qual o estoque necessário?

Um e-commerce que já tenha vivenciado esse período em outros anos consegue estimar o aumento da procura. Mas se não for o caso, o empreendedor pode reforçar seus estoques considerando uma margem de segurança.

Além disso, ter fornecedores de prontidão também pode ser uma boa prática para não deixar clientes na mão.

Como organizar a logística (interna e externa)?

Outro ponto que o planejamento de vendas para o fim do ano traz é para os processos internos. Isso acontece porque pelo volume, esse período testa a eficiência da forma como as vendas são gerenciadas.

A experiência de compra no e-commerce pode ser melhorada, assim como os trâmites internos, como:

  • separação do item em estoque;
  • o registro da venda;
  • recolhimento de impostos;
  • envio por empresas de logística ou correios.

Além disso tudo, ter um bom desempenho nas vendas e administração comercial nesses períodos mostra que o modelo de negócios está pronto para aumentar sua atuação no restante do ano sem necessariamente inflar a equipe ou os custos.

Como conquistar novos clientes?

Descontos e promoções atraem um perfil de cliente mais sensível aos preços, mas isso não significa que eles não possam ser fidelizados e realizar outras compras em períodos fora das liquidações. Por isso, é preciso zelar pela qualidade de todos os atendimentos e vendas, garantindo que todos os compradores fiquem satisfeitos com suas aquisições e queiram retornar ao e-commerce.

Ao criar seu planejamento de vendas, outro ponto importante é lembrar que, além da competição nesses períodos, muitos questionamentos sobre a honestidade das promoções surgem. Para que suas ações sejam realmente infalíveis e conquistem as metas estipuladas, prime pelo respeito e valorização de cada cliente conquistado. Isso certamente fará diferença!

Gostou dessas dicas? Então compartilhe com seus parceiros de negócio em suas redes sociais.