E-commerce

Menos é mais no comércio eletrônico

estatistica2

Lojas virtuais com menor número de produtos têm a maior chance de apresentar disponibilidade maior. A informação é da SIEVE, empresa especialista em inteligência em preços e sortimento para o e-commerce brasileiro, que junto da Keyscore, mediu a disponibilidade dos itens em pesquisa. O levantamento foi realizado de 1º de janeiro a 11 de março, em 282 sites, através de 1 milhão de URLs.

Em sites com 100 a 1 mil URLs cadastradas, o percentual de produtos disponíveis foi de 70%. Já em e-commerces com 1 mil a 14 mil, a disponibilidade caiu para 65%. Na faixa de 15 mil a 49 mil URLs, o percentual foi o mesmo: 65%. Por fim, a queda foi maior nos sites que tinham mais de 50 mil endereços, com disponibilidade de 53%.

Para Luis Vabo Jr, CEO da SIEVE, os números mostram que sempre existem oportunidades no setor para players de todos os tamanhos. “Os grandes varejistas conseguem, na maior parte do tempo, fazer uma oferta mais interessante, porém, logo ela se torna indisponível. Já os pequenos varejistas, tem ao mesmo tempo, a oportunidade de atenderem esta demanda

Fonte: www.ecommercenews.com.br

Curtir:

FacebookmailFacebookmail

Compartilhar:

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinmailFacebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinmail