SEO

5 tendências de SEO para 2022

As regras de SEO tem um lugar de destaque nas estratégias de marketing voltadas para a internet e as tendências de SEO para 2022 são bastante promissoras.

Isso porque quem conquista boas taxas de tráfego orgânico continua sendo destaque nos buscadores, web afora.

Para isso, contudo, é necessário aplicar as estratégias com foco na qualidade da informação que é oferecida. Pensando nisso, preparamos este texto com as informações básicas sobre o assunto.

Aqui você vai encontrar a definição de SEO, as vantagens de usá-lo nas ações de marketing digital de serviços de contabilidade preços e as tendências dessa área para o ano de 2022.

Se você está atrás de um material atualizado sobre o assunto, este é o texto ideal, confira.

Conheça o SEO

Você já deve ter reparado que em certas pesquisas feitas no Google surgem textos com trechos em destaque.

Esse é um dos exemplos de como as estratégias de SEO podem levar o marketing de conteúdo da sua empresa a um novo patamar.

A sigla SEO quer dizer Search Engine Optimization, ou otimização para mecanismos de busca, e identifica uma série de estratégias para se destacar na internet.

A base para essas regras é o tipo de métricas que os algoritmos do Google usam para ranquear cada página.

Entre essas métricas, podemos citar:

  • Originalidade do conteúdo;
  • Relevância do conteúdo;
  • Uso de palavras-chave;
  • Quantidade de backlinks.

Confira os tópicos a seguir para saber mais sobre esses pontos.

  1. Originalidade do conteúdo

As empresas de vending machines, para conseguir um bom posicionamento nos sites de busca, precisam criar materiais únicos e que se relacionem diretamente com a área de atuação, evitando copiar conteúdo de outros sites, visto que o plágio é uma prática ilegal.

Além disso, o algoritmo do Google tem ferramentas próprias para rastrear a origem do conteúdo publicado. Ou seja, ele consegue identificar quando um site está copiando material de terceiros.

Por isso a originalidade do conteúdo é uma prática de SEO imprescindível para conquistar novas audiências.

  1. Relevância do conteúdo

Quem usa o Google e outros buscadores quer tirar dúvidas e encontrar soluções para problemas do dia a dia.

Um post sobre como fabricar velas em casa tem que trazer informações realmente relevantes para os usuários.

Caso contrário, o algoritmo vai identificar o grande número de pessoas deixando de clicar nesse resultado, ou mesmo abandonando a página logo após o clique, e o rankeamento da página vai cair.

É de extrema importância se preocupar em trazer material de alta qualidade para o público. No fim das contas, é a imagem e a credibilidade da empresa que fica em jogo.

  1. Uso de palavras-chave

As palavras-chave são os termos mais usados nas pesquisas do Google. Assim, quem os utiliza na produção de conteúdo aumenta as chances de ser encontrado.

Procure usar essas palavras no título, URL, meta-descrição e ao longo do texto, mas com equilíbrio.

O Google também percebe quando um texto tem palavras-chave em excesso. Por isso, sempre as use de maneira orgânica, sem atrapalhar a legibilidade e a coerência do texto.

  1. Quantidade de backlinks

Os backlinks são links de outros sites que direcionam para o seu e é possível conquistá-los por meio de parcerias com empresas de ramos semelhantes.

Quando você tem uma boa quantidade de backlinks em sites confiáveis, os motores de busca passam a identificar seu blog sobre comprar sala de jantar completa como um link relevante.

Além disso, o seu site se espalha pela internet por meio desses links parceiros.

Por que usar as estratégias de SEO?

Agora que você já sabe as características básicas das regras de SEO, continue lendo para entender melhor as vantagens de aplicá-las ao seu negócio.

O SEO é um fator determinante para se destacar na web e nós vamos explicar o porquê.

  1. Mais acessibilidade

É possível chegar aos primeiros lugares do Google com um investimento modesto. Ao contrário da compra de anúncios para locação de impressoras Cuiabá, não é preciso desembolsar valores grandes para ter sucesso.

O mais importante para isso é se preocupar com a qualidade do conteúdo que o site da empresa oferece.

Então, o treinamento da equipe de colaboradores e o investimento em um webdesign eficaz são mais importantes.

  1. Mais tráfego orgânico

Quanto melhor posicionado estiver, mais acessos orgânicos o seu site vai ter. Isso é essencial para atrair potenciais clientes.

Ou seja, as pessoas vão querer conferir o conteúdo porque realmente estão interessadas nele, seus diferenciais e, até mesmo, sobre preço de injeção de calda de cimento.

Deste modo, o marketing de conteúdo baseado em SEO agrega valor à empresa e mostra na prática como ela pode beneficiar os consumidores.

  1. Leads qualificados

A partir da vantagem anterior, chegamos a um ponto crucial: a qualificação de leads através do marketing de conteúdo.

Quanto mais informações sobre o produto ou serviço você fornecer, mais preparado para a compra ficará o cliente. Com isso, as chances de converter um lead cresce exponencialmente.

  1. Autoridade da marca

Os clientes não se esquecem das empresas que realmente impactam a vida deles com informações e produtos de alta qualidade.

Com a aplicação de um marketing de conteúdo consistente e contínuo, a empresa fabricante de munheca para reboque tem tudo para se transformar em uma referência na área.

Isso é ainda mais verdadeiro quando as pessoas passam a encontrar muitos resultados de um mesmo site nos motores de busca.

É a construção da imagem de uma empresa séria e dedicada ao bem-estar dos clientes que está sendo realizada.

SEO em 2022: 5 tendências para ficar de olho

O mercado virtual está sempre condicionado a novas tendências, técnicas e tecnologias. Com o SEO não é diferente.

O tráfego orgânico continua sendo fundamental, mas vem sendo atrelado a novas ideias que precisam ser abordadas com detalhe.

Prossiga a leitura para conhecer as 5 tendências de SEO para o ano de 2022.

  1. Princípio EAT

O princípio EAT é o conceito de que todo conteúdo deve ser especializado, autoridade e confiabilidade. Daí o acrônimo EAT.

Esse princípio mostra que quanto mais profundo e específico for o conteúdo, melhor. Junto a isso, vem a necessidade de mostrar conhecimento de causa e passar confiança.

  1. Pesquisa por voz

A popularização de dispositivos como a Alexa e a Siri transformou a pesquisa por voz em uma tendência que veio para ficar.

À medida que essas tecnologias passam a fazer parte do dia a dia das pessoas, os sites e blogs de higienização de indústria alimentícia precisam ser otimizados para elas, visto que são de mais fácil acesso para os usuários.

Isso garante os acessos de ainda mais pessoas e, a longo prazo, a formação de um público mais abrangente.

  1. Otimização de imagens

Além do texto, as imagens também são fatores determinantes para as estratégias de SEO darem certo.

Sempre adicione descrições detalhadas para que seu produto também possa ser encontrado pelo Google Imagens, incluindo o uso de palavras-chave nos nomes dos arquivos.

Nos últimos tempos as redes sociais baseadas em conteúdo imagético, como Instagram e Tik Tok, fizeram com que as buscas de imagens se transformassem em pontos cruciais para a aquisição de tráfego orgânico.

  1. Core Web Vitals

O Core Web Vitals é a nova atualização dos algoritmos do Google que adiciona três métricas novas para apurar o rastreamento de SEO. São elas: a velocidade de carregamento, a interatividade e a estabilidade visual de um site.

De acordo com uma pesquisa publicada pelo Neil Patel Brasil, 98% dos sites de e-commerce do Brasil vão ter problemas de perda de tráfego por conta do Core Web Vitals.

Ou seja, a adequação rápida e certeira a essa atualização é urgente e necessária.

  1. Intenção de busca

Outra tendência importante para as estratégias de SEO em 2022 vai ser o maior refinamento das intenções de busca.

Em outras palavras, alcançar um público massivo por meio de conteúdos indexados pelo Google está ficando cada vez mais difícil.

Com isso, é mais interessante investir na produção de materiais segmentados para construir uma audiência qualificada e fiel.

Então, trabalhe no aprimoramento do marketing de conteúdo de acordo com as intenções de busca da sua base de clientes.

Considerações finais

O objetivo deste texto é instruir a respeito dos principais aspectos que envolvem as estratégias de SEO, destacar as vantagens delas e, por fim, mostrar as tendências que estão por vir no cenário do ano de 2022.

A partir desses dados é possível se preparar com qualidade para entrar em 2022 com as estratégias mais avançadas.

O tempo virtual é mais veloz que o tempo do mundo real e isso se reflete diretamente no tipo de conteúdo que ganha relevância nos motores de busca.

Portanto, a otimização para SEO é decisiva para conquistar uma boa visibilidade nos mecanismos e angariar acessos.

Lembre-se que é um processo contínuo que envolve treinamento, estratégias arrojadas e investimento em webdesign. Com isso, os resultados virão na forma de clientes.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Curtir:

FacebookmailFacebookmail

Compartilhar:

FacebooktwitterpinterestlinkedinmailFacebooktwitterpinterestlinkedinmail

A dura verdade do e-commerce que o empreendedor precisa saber!

E-commerce é a primeira opção de investimentos para a maioria dos empreendedores para alavancar vendas no seu negócio. Imagine só: ter sua própria loja online em um local com possibilidade de acesso para mais de 210 milhões de Brasileiros, cujas vendas crescem a um ritmo meteórico há muitos anos, e ainda mais agora devido ao isolamento e restrições de acesso ocasionado pela pandemia do COVID19, enquanto todos os outros mercados estão em crise.

É verdade que o e-commerce já não é mais o futuro do Varejo, hoje é o presente e a realidade para quase todos os setores, mas a desinformação dos varejistas e empreendedores sobre o que é realmente necessário para se ter um e-commerce é impressionante. A maioria tem a ilusão de que com um endereço eletrônico criado, um layout pronto sem nenhum cuidado com a identidade visual da marca/empresa, com produtos cadastrados sem um bom texto e uma boa foto, um Instagram institucional sem gerenciamento e finalmente compartilhando sua nova loja no Facebook e no WhatsApp para meia dúzia de amigos e familiares, as vendas vão ser um estouro. Doce ilusão!

A verdade é que abrir uma loja online é como abrir uma pequena tenda no meio do deserto. Ninguém vai entrar na sua loja online no inicio porque ninguém sabe como chegar até ela. Seus amigos e familiares não são suficientes para trazer um tráfego relevante para sua página e se você insistir nessa ideia, vai rapidamente entrar para estatística de empresas que fecham em poucos meses.

Mas então é possível ganhar dinheiro com uma loja online?

SIM! É possível! Mas a primeira coisa que você precisa entender é que para criar uma loja online, não tem receita nem uma fórmula mágica, mas sim conhecimento qualificado e experiência. Não tente fazer sozinho, procure uma agência e/ou um profissional especializado para lhe orientar, você até pode conhecer um pouco de uma coisa ou outra mas não serão suficientes, você terá outros desafios na operação da loja online e no dia a dia que vão exigir dedicação e tempo. Deixe para um profissional qualificado cuidar da implantação da sua loja.

Busque conhecer o portifólio do profissional e/ou agência, solicite referências de clientes atendidos e jamais escolhe por ser a mais barata, não necessariamente o que é mais caro é melhor, porem manter uma equipe bem qualificada tem um custo e o mesmo será repassado no orçamento. Portanto saiba que é necessário uma reserva para investimento, assim como para todo novo negocio, o segredo é escolher bem para que o investimento não vire custo, sem ter um retorno.

LAYOUT DO E-COMMERCE

Muitos ficam apenas preocupados com TRÁFEGO X CONVERSÃO X TICKET MÉDIO = FATURAMENTO, mas não é tão simples assim, pois não adianta ter trafego se sua loja não tiver um layout atraente, que explore a identidade visual da marca, despertando o desejo de consumo apenas pelo olhar e um bom designer vai ser o responsável por esse “sex appeal” utilizando conceitos de UX, mantendo a navegação fluida e intuitiva até a pagina de fechamento de compra (checkout).

Usar temas ou layouts prontos pode ser tentador pelo baixo custo, porem vamos concordar que se esse fosse o caminho do sucesso os grandes players do mercado teriam todos o mesmo layout, não é mesmo?

Os cases do mercado investem muito em design e UX, tecnologia evolui muito rápido, todos os dias temos novidades e minha outra dica é também ter um plano mensal (sustentação/ongoing) após o go live com uma agência, para manter seu ambiente atualizado e sempre proporcionando aos consumidores/clientes o que tem de mais moderno se tratando de vendas online.

SEO PARA E-COMMERCE

Não podemos esquecer que a loja online precisa ser otimizado para os mecanismos de busca, afinal o Google ainda não é capaz de rankear uma página a partir da sua qualidade visual e para ajudar o Google é preciso se atentar as heading tags, e posso garantir que menos de 10% dos profissionais do mercado aplicam isso nos projetos de e-commerce e por isso reforço não escolher uma agência por ser a mais barata, pois ter um conhecimento e um profissional de SEO tem um custo e é melhor investir no inicio do que ficar batendo cabeça depois com a falta de vendas em sua loja.


As heading tags podem ser caracterizadas como uma espécie de estrutura que possibilitam a organização de uma página. A partir disto é possível determinar quais são os itens considerados importantes em uma página, criando uma estrutura que possa evidenciá-las e promover a melhora de navegação dos usuários em uma página, além de ampliar a sua capacidade nos motores de busca, como o Google.

De forma simples, as heading tags são recursos utilizados em um código de HTML que possibilite o destaque de títulos e subtítulos de uma página a partir de tags. Essas tags podem ser compostas por seis tags que são distintas entre si, sendo que cada uma possui um valor diante dos motores de busca e até mesmo para a composição da página. As tags são descritas como “H1”, “H2”, “H3” e assim em diante até “H6”.

Portanto, tanto do ponto de vista SEO quanto de qualquer outro, desrespeitar essa hierarquia utilizando-se, por exemplo, de um título em h3 e um subtítulo em h1, a estrutura ficaria no mínimo estranha e confusa, comprometendo até mesmo o rankeamento de seu site nos resultados do Google e, sobretudo, o entendimento de seus leitores em relação ao texto.

Para clarear ainda mais a importância de se respeitar a hierarquia das heading tags, pense nela da mesma maneira que o local onde vive alguém do interior do Paraná, por exemplo, e imagine qualquer um dos itens fora da ordem:

H1 – Terra
H2 – América do Sul
H3 – Brasil
H4 – Paraná
H5 – Curitiba
H6 – Alto da Glória
Ficaria esquisito se algo estivesse fora do lugar, não é mesmo?

TRÁFEGO NO E-COMMERCE

Quem tem uma loja de rua sabe o quão importante é ter uma boa movimentação no seu ponto. Não é à toa que pontos em Shoppings Centers costumam ser muito caros, pois combinam um público com poder de compra e um volume de movimentação elevado. Tráfego, no sentido do E-commerce, é simplesmente criar formas de muitas pessoas acessarem o seu site. Nesse quesito, o Volume de Acessos é uma métrica extremamente importante para medir o progresso de uma nova página.

Mas então, como conseguir ter muitos acessos? Ter acessos é um processo longo, que demanda muita energia, muito relacionamento com clientes e, claro, investimento. Existem algumas formas infalíveis de se gerar tráfego:

– Anúncios do Google (também chamado de SEM): Nesse tipo de anúncio, você escolhe palavras-chave para “comprar” e paga para estar “bem ranqueado” no Google quando alguém pesquisa aquelas palavras-chave. Ao contrário do que parece, esse é um trabalho EXTREMAMENTE difícil e envolve muita, mas muita análise mesmo. Isso porque as pessoas digitam muita, mas muita coisa mesmo no google, e muitas vezes você pode estar pagando por uma palavra errada. Ou mesmo deixando de comprar as palavras que seriam mais efetivas. Além disso, o google tem vários canais – Google Shopping, Youtube, Google Parceiros, etc. Saber distribuir seus recursos entre essas várias opções é a chave para o investimento valer a pena.

– Anúncios do Facebook/Instagram: O Facebook e o Instagram têm uma ferramenta muito simplificada para que páginas possam promover conteúdos (que podem ou não estar linkados com o seu site). Da mesma forma que os Anúncios do Google, o trabalho de investir em promover conteúdos é altamente especializado e eu recomendo FORTEMENTE que você jamais gaste UM REAL no Facebook sem ter uma boa assessoria. Quando bem utilizados, no entanto, o seu dinheiro nas plataformas do Facebook podem gerar um tráfego muito bem qualificado pro seu site, e portanto deve ser fortemente considerado para este fim.

– Anúncios em Sites Especializados: Pagar para expor um banner em um site que já tenha muito tráfego, quase como um “Outdoor Online”. A vantagem aí é que pode se pagar por número de visualizações ou até por número de cliques no seu banner.

– Parcerias pagas em Blogs especializados: diferentemente do anúncio, que normalmente é apenas expositivo, parcerias pagas envolvem, muitas vezes, um texto elaborado pelo parceiro, vendendo algum serviço ou produto da sua loja. Esse tipo de exposição costuma ser muito mais efetiva (traz um tráfego mais interessado em comprar), porém, costuma ser bem mais cara.

– Parcerias pagas para Influenciadores: Todo mundo, ou quase todo mundo, está nas redes sociais. Em TODOS os mercados, tem pessoas que conseguiram reunir uma autoridade ou uma qualidade em seu conteúdo sobre determinado assunto, seja ele automóveis, moda, decoração, passeios, viagens, cachorros, vinhos, cosméticos, etc. E essas pessoas são chamadas de influenciadoras porque, de fato, conseguem influenciar pessoas comuns que não são especialistas a consumir determinados produtos. Nesse sentido, os influenciadores podem ser uma ferramenta poderosíssima para convencer mais usuários a visitar ou conhecer o seu site. Mas CUIDADO: o mercado de Influenciadores está bastante saturado. Muitas pessoas acham que basta alguém ter muitos seguidores (no Facebook ou Instagram) para já considerar um investimento no seu conteúdo como algo seguro. O tamanho da página do influenciador (seu número de seguidores, número de curtidas, etc) é importante sim, mas também é fundamental entender se o perfil do público da página é interessante para o seu negócio, e se ele realmente AS INFLUENCIA.

Não se iluda: construir uma audiência leva tempo: meses ou até anos!!!

CONVERSÃO

Novamente, todo lojista sabe a importância de ter uma boa conversão na sua loja. Isto é, não basta ter um ponto movimentado – as pessoas precisam entrar na sua loja e sair com algum produto. No mundo online, a conversão significa exatamente a porcentagem de usuários que entraram no seu site e fizeram alguma compra. Trabalhar uma boa conversão pode ser um pé-no-saco e a falta dela pode ter razões muito diversas. Eis os principais cuidados que atrapalham a sua conversão:

– Custo de Envio: No mundo todo, é consenso entre os especialistas que o principal fator que atrapalha uma venda online é o Custo de Envio. Se possível, tente criar muitas formas em que o frete seja gratuito para seu cliente (jogue os custos no preço do produto). Se não for possível, pelo menos tente absorver parte desses custos.

– Prazo de Entrega: O número 2 na lista de principais inimigos da conversão é o prazo de entrega. Sobretudo para empresas que não estão no sudeste, esse pode ser a principal vantagem que seu concorrente baseado em SP-RJ-MG terá sobre você. Além de uma malha logística mais estruturada, a maior parte do consumo online vem dessas regiões. Se prepare para pensar em estratégias para diminuir o seu prazo de entrega. Do contrário, em breve, estará fora do mercado.

– Experiência do Usuário: Esse termo é o grande chamego dos especialistas em E-commerce modernos. Apesar do nome “diferente”, Experiência do Usuário nada mais é do que “ter um site bom de navegar”. Isso significa, entre outras coisas: velocidade (um site que abre as páginas rápido), informações fáceis, pouca fricção entre a pesquisa de produtos e a compra (se o cliente tiver formulários pra preencher, esqueça – você não vai vender nada), produtos disponíveis em várias opções, cores, modelos (dê um google no termo “calda longa”), possibilidade de tirar dúvidas (falarei mais a frente em atendimento), etc.

Uma conversão média para E-commerces Brasileiros gira em torno de 0,5%-1,5%. Isto é, para você gerar uma venda, precisa, em média, de 100 pessoas acessando. E esse número só faz sentido se você estiver fazendo um bom trabalho no tráfego – isto é, trazendo pessoas realmente interessadas em comprar o que você se propõe a vender. Por essa razão, o trabalho de Conversão e Tráfego estão intimamente relacionados e são sim Co-dependentes

Por trás de uma e-commerce tem muito mais coisas envolvidas que não foram abordadas nesse texto e que vão além dos serviços de uma agências, porém ao escolher uma agência com knowhow a mesma vai saber auxiliar e dar as orientações corretas para fazer do seu negocio um sucesso de vendas online.

Fale com um dos nossos especialistas, a SERI.E DESIGN é associada da APAGE – Associação Brasileira de Agências e Profissionais de e-Commerce

Curtir:

FacebookmailFacebookmail

Compartilhar:

FacebooktwitterpinterestlinkedinmailFacebooktwitterpinterestlinkedinmail

Descubra como as técnicas de SEO podem te auxiliar na otimização de suas vendas

Fazer uso das técnicas de SEO é uma ótima estratégia para alavancar os seus resultados. Através de um bom posicionamento, o seu negócio pode vir a crescer exponencialmente, tanto no alcance, como no número de vendas. Quer saber como? Continue a leitura e confira! 

Sabemos que o uso da internet vem aumentando exponencialmente. A todo instante, usuários utilizam os buscadores a fim de obter soluções para os seus problemas. 

 

Não é atoa que o número de sites e blogs só aumentam.

 

Ao realizar uma pesquisa, o usuário encontra uma espécie de vitrine virtual e começa a selecionar os sites e links mais atrativos.

 

Geralmente, as primeiras escolhas são aqueles links que se encontram na primeira página. Isso porque aqueles que se destacam, provavelmente têm algo de especial, não é mesmo? 

 

E é exatamente para deixar o seu site bem posicionado que existem as técnicas de SEO. 

Mas afinal, o que é SEO

 

SEO é um termo em inglês para Search Engine Optimization que quando traduzido para o português significa Otimização de Mecanismo de Busca.

 

A sua função é justamente otimizar os conteúdos de uma determinada plataforma para que ela tenha melhor avaliação dos buscadores e assim, tenha um melhor ranqueamento. 

 

Por meio de um conjunto de técnicas, textos, artigos e e-books poderão ganhar um maior destaque. Imagine que você é da área da saúde odontológica e deseja ser o primeiro site a aparecer de forma orgânica em pesquisas como “tratamento de canal preço”.

 

A resposta para essa situação é: Inserindo o SEO em seu processo de criação de conteúdo. Dessa forma, você terá um diferencial da sua concorrência e os seu desempenho online será muito maior.

 

Otimizando o número de tráfego, permanência e até mesmo de vendas em seu site. 

 

Como colocar em prática?

 

O Google é um dos buscadores mais utilizados na internet. Conhecido por ser uma espécie de “guru sabe tudo”, mais de 70% dos consumidores utilizam esta plataforma antes de adquirir um produto. 

 

Por isso é tão importante estar presente e bem ranqueado. Assim, quando uma pessoa pesquisar sobre um determinado produto ou tema que faça parte do seu segmento, como “clareamento dental preço”, sites de clínicas e consultórios odontológicos que fizerem uso do SEO, terão mais chances de aparecerem no topo dos resultados. 

 

Mas não basta apenas acrescentar diversas palavras-chave. É preciso ter um cuidado para que o seu texto continue tendo sentido. Quanto melhor a estruturação e a coerência do conteúdo, melhor será o seu posicionamento. 

 

Para te ajudar a colocar essas técnicas em prática, separamos alguns passos essenciais para a estratégia de SEO. Vamos conferir? 

 

  • Crie URLs personalizadas 

 

Se tratando de vendas, cada produto tem uma URL. E é muito importante que cada uma especifique qual é o produto. 

 

Por exemplo, vamos supor que o produto em questão é uma escova dental para pessoas que possuem aparelho ortodontico. Ao invés de utilizar a URL automática, que provavelmente irá ter símbolos e números, o recomendado seria algo como “sualoja.com.br/escova-dental-aparelho-ortodontico”. 

 

Além do seu cliente conseguir decorar a sua URL e utilizar posteriormente, os buscadores também dão maior visibilidade para endereços personalizados. 

  • Capriche na descrição

Ao anunciar um produto, é preciso que tanto o título, quanto a descrição precisam ser totalmente originais. 

 

Sabemos que algumas especificações são padrão, mas tente ser o mais criativo possível para se destacar dos demais. Quanto mais atrativo o seu título e descrição, mais chances do cliente adquirir. 

 

  • Tenha um blog

 

Oferecer algo além dos seus produtos e seu portfólio faz com que o seu site tenha ainda mais chances de ser recomendado pelos buscadores. 

 

Publicar textos, artigos e eBooks da sua área de atuação pode auxiliar na atração de potenciais consumidores. 

 

No momento em que você for criar conteúdos, faça uso de palavras-chave e certifique-se de que os títulos e subtítulos estão hierarquizados de forma correta. 

 

Ainda utilizando o case da clínica odontológica, você pode criar conteúdos com os procedimentos mais comentados e mais atrativos, como por exemplo, um texto informativo sobre as vantagens de utilizar um aparelho ortodôntico transparente.

 

Seja original, forneça informações relevantes e apresente de forma criativa. Fuja dos grandes blocos de textos, utilize imagens, ilustrações, vídeos e animações para que não seja tedioso de ler. 

 

E cuidado, caso você publique cópias de textos de outros sites, o seu domínio pode sofrer penalidades e perder vários pontos com o buscador. 

Outras dicas importantes

 

Além da otimização dos conteúdos, existem algumas ações que você deve fazer em seu site para que ele tenha maior visibilidade e aceitação do público. Por isso, separamos estas duas dicas extras para você! 

  • Disponibilize as avaliações

 

Mostrar o que os consumidores acharam do seu serviço e do seu produto é essencial para atrair novos clientes. 

 

Afinal, quem nunca visitou uma loja virtual e pensou “Será que chega?” ou então “O produto é igual o da foto mesmo?” 

 

Por isso, ter um espaço em que os consumidores coloquem uma avaliação da experiência que teve com a loja e também, com o produto adquirido é essencial para que os futuros clientes se sintam confortáveis e seguros. 

 

  • Tenha um bom servidor

 

De acordo com o Google, o tempo recomendado para o carregamento de uma página é de no máximo 3 segundos. 

 

Contudo, se o servidor que você utiliza não for de qualidade, o seu site irá demorar muito mais que isso, gerando então, uma frustração nos usuários. 

 

O seu conteúdo deve ser de qualidade, conter técnicas de SEO, mas também, ser ágil no momento da exibição. Certifique-se que o servidor do seu site consegue dar conta do recado! 

 

Dessa forma, você evita que as pessoas saiam do seu site frustradas por não conseguirem acessar o seu conteúdo. 

 

Este conteúdo foi produzido por Mayara Santos, redatora na empresa Clínica Ideal

Curtir:

FacebookmailFacebookmail

Compartilhar:

FacebooktwitterpinterestlinkedinmailFacebooktwitterpinterestlinkedinmail

E-commerce: Otimizando design, layout e conteúdo para ser encontrado e vender mais

Para que uma loja virtual (e-commerce) tenha um retorno de vendas garantido é obrigatório que a estrutura ou layout do e-commerce siga algumas dicas e técnicas indispensáveis para a otimização a nível OnPage do comércio eletrônico.

Modelo de layout com SEO OnPage para loja virtual e-commerce

Na imagem acima podemos analisar cada elemento que uma página de venda do seu produto deve ter, veja:

Opinião dos clientes

Se você possui uma loja virtual, mas não tem um modelo que recolhe a opinião dos clientes, com certeza você está um passo atrás de sua concorrência. São através destas revisões, positivas ou negativas, que você conseguirá projetar um futuro melhor para que o seu produto venda mais.

Vídeos dos produtos

Atualmente os compradores online estão ainda mais exigentes. Então, para ajudar no aumento das conversões, recomenda-se exibir, além de imagens e fotos, vídeos descritivos dos produtos para que o futuro comprador tenha mais uma opção de análise antes de finalizar a compra.

Perguntas e respostas

Outra dica importante para implementação na página interna do seu produto é a inclusão de uma área que contém as perguntas e as respostas mais frequentes. Desta forma o visitante, e possível comprador, poderá tirar as principais dúvidas antes de realizar a compra do produto que está à venda em sua loja virtual.

Botões de redes sociais

Adicione botões de redes sociais como Facebook, Twitter, Google+ e Pinterest e incentive seus clientes e visitantes a compartilharem os produtos à venda para seus amigos e colegas. Preste atenção na localização estratégica desses botões, de forma que o compartilhamento seja fácil e intuitivo.

Aproveite para criar uma Fan Page no Facebook para divulgar, ainda mais, os seus produtos.

Opções de busca

Geralmente, os visitantes usam a busca do seu e-commerce somente uma vez, a partir daí ele começa a navegar internamente em sua loja através do resultado da sua busca e também através dos produtos relacionados e/ou recomendados pelo seu sistema de comércio eletrônico.

Por isso, recomenda-se analisar, via Google Analytics, como é feita esta busca e quais são as principais palavras chave buscadas. A partir daí é possível sugerir novas opções de produtos de acordo com o perfil de busca do seu visitante e, consequentemente, aumentar sua conversão.

Botão de comprar (call to action) com destaque extra

O elemento mais importante de uma loja virtual ou e-commerce é o botão de comprar. Do que adianta sua loja estar toda otimizada se o seu botão de comprar está “escondido“?

Lembre-se: o botão de comprar é a porta para a sua conversão, então, coloque-o em local estratégico e visível, de forma que o futuro comprador do seu produto saiba onde encontrá-lo.

Nestes casos é permitido incentivar o clique, inclusive, quando o produto estiver com desconto, coloque o preço antigo e o preço atual bem próximo deste botão.

Selos e certificados de segurança são obrigatórios

Segurança é essencial para o sucesso de uma loja virtual. Ninguém quer usar o cartão de crédito em uma loja virtual ou comércio eletrônico que não oferece o mínimo de segurança necessária para o comprador.

Mostre para o visitante que sua loja é segura e que todas as transações realizadas com cartão de crédito possuem certificados de segurança garantidos pela empresa.

Breadcrumbs

O nome significa “migalha de pão” que é uma referência ao conto de fadas João e Maria. Os breadcrumb reduzem o número de ações que um visitante precisa tomar para chegar a uma página de nível superior e melhora o nível de encontrabilidade de seções e páginas.

Assim como em todos os sites e blogs, os breadcrumbs são essenciais para a localização do produto de sua loja virtual e também para o SEO OnPage. Então, se seu e-commerce ainda não possui este item, coloque-o o mais rápido possível na parte superior do seu layout, de forma que o visitante e os mecanismos de busca consigam localizá-lo facilmente.

Imagens e fotos dos produtos

Assim como os vídeos, exibir para o visitante várias imagens do produto aumenta consideravelmente suas chances de finalizar a compra e, consequentemente, aumentar sua conversão.

Mas antes de começar a inserir imagens e fotos, faça uma seleção das melhores imagens em vários ângulos e adicione nomes descritivos nelas para ajudar na indexação, como nome-produto.jpg. E atenção: quanto mais informação visual o visitante tiver, melhor será o retorno para você.

Títulos otimizados (META Title)

O título da página (title) do seu produto deve ter:

No máximo 70 caracteres.
Principais palavras chave inclusas.
Call to action para incentivar a compra.

Descrição do produto (META Description)

Assim como o título, é recomendável criar uma descrição otimizada com até 160 caracteres contendo sempre as principais palavras chave referentes ao produto que está à venda.

URL da página (Page URL)

Use sempre URL’s amigáveis para seus produtos. Este é uma dica básica de SEO OnPage.

Tag H1 para o título

Seguindo a regra do item 10, é altamente recomendado o uso da tag h1 para exibir o título do seu produto, da mesma forma que ele aparece em META Title.

Número do telefone para compras e atendimento

Agora que você já sabe que segurança é um item essencial e indispensável para seu comércio eletrônico, vai querer passar ainda mais confiança para seus clientes exibindo o número de telefone para compras e atendimento. Isso, com certeza, traz para o futuro comprador uma possibilidade a mais de verificar a autenticidade da loja virtual.

Detalhes da empresa

Por fim, utilize o rodapé da sua loja virtual para divulgar a marca da sua empresa, assim como endereço para contato, telefone, etc.

Acesse mais matérias e informações como essa em nossa seção “E-commerce”.

Curtir:

FacebookmailFacebookmail

Compartilhar:

FacebooktwitterpinterestlinkedinmailFacebooktwitterpinterestlinkedinmail

Layout pronto para e-commerce, é um bom negócio?

O e-commerce é um negócio e como todo negócio requer investimento, dedicação, planejamento e atuação de profissionais experientes no assunto. É de conhecimento de todo varejista, que não adianta simplesmente ter uma loja física com apenas uma fachada bonita, e é assim também no e-commerce, não adianta comprar um layout (tema) pronto e esperar que a loja vá estourar de vender.

Existem vários fatores tão importantes quanto se ter uma url e um layout! O desenvolvimento da identidade visual da sua empresa, deve ser composta por um estudo, desde a história da marca, segmento de atuação, até o perfil de clientes consumidores, compondo nome/marca e logotipo.

Devido ao momento do cenário que estamos vivendo na economia, é claro a identificação no aumento de novas lojas online, como CEO de agência especializada em e-commerce, é ótimo ver esse interesse e o aquecimento do segmento, por outro lado, é nítido que a maioria são aventureiros e sem preparo e certamente teremos um churn acelerado.

Se planejamento é fundamental para o sucesso de qualquer negócio, planejar o investimento do desenvolvimento de layout personalizado é obrigatório, com aplicação de boas práticas, estrutura SEO correta, boa usabilidade entre outros elementos que vão além do aspecto visual, assim como ter uma boa agência para performar sua marca e produtos no Google e redes sociais.

Se layout pronto fosse o caminho do sucesso, teríamos os grandes cases do mercado usando o mesmo layout, ou até mesmo sendo usado o layout deles em sua loja. Não se iluda e não rasgue seu dinheiro com layouts prontos!

Curtir:

FacebookmailFacebookmail

Compartilhar:

FacebooktwitterpinterestlinkedinmailFacebooktwitterpinterestlinkedinmail

varejo online admitem que sofrem com sobrecarga com o aumento da demanda após a pandemia COVID19

Sobrecarga após crescimento de vendas online pode atrasar entregas – COVID19

A pandemia do Covid-19, o novo coronavírus, mexeu com o comportamento do consumidor brasileiros nas últimas semanas. Conforme apontas pesquisas, o crescimento das vendas online chegam, em supermercados, em até 180%. Se por um lado os lojistas de e-commerce conseguem aumentar o lucro, por outro sofrem com a sobrecarga, o que pode levar a um atraso nas entregas.

As duas principais redes de supermercados via varejo online admitem que sofrem com sobrecarga com o aumento da demanda após a pandemia, mas garantem que seguem com as entregas normalmente.

Em nota enviada ao Estadão, o Carrefour informou que neste “cenário de exceção é natural que o tempo de entrega acabe se estendendo um pouco”. A rede confirma o aumento de vendas pelo e-commerce, mas não precisa a quantidade.

Já o Grupo Pão de Açúcar (GPA) informa que as entregas estão sendo feitas conforme a data e horário prevista no momento da compra. Este prazo é determinado por uma série de fatores, entre eles tempo para embalagem e logística de entrega.

Os dois grupos também informaram que estão contratando mais pessoas para suprir a sobrecarga de pedidos.

De acordo com levantamento da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), desde o dia 12 de março alguns supermercados online chegaram a registrar um aumento de mais de 180% em transações nas categorias Alimentos e Bebidas e Beleza e Saúde.

Fonte: ecommercebrasil

Curtir:

FacebookmailFacebookmail

Compartilhar:

FacebooktwitterpinterestlinkedinmailFacebooktwitterpinterestlinkedinmail

De parceiras à irmãs, Yooper adquire SERI.E Design mirando expansão de sua operação

CEO SERI.E DESIGN

Em um movimento ousado e assertivo, Yooper adquire SERI.E DESIGN para expandir sua operação no mercado de marketing digital.

A Yooper anunciou na segunda-feira (13) a aquisição da SERI.E DESIGN, agência especializada em desenvolvimento e implantação de e-commerces. Representada pela entrada de Leandro Gorzoni, CEO e proprietário da Yooper, no quadro de sócios da SERI.E DESIGN, a sociedade firmada no dia 27 de dezembro passa a ser válida em 2020.

Leandro, agora CEO das duas agências, explicou o que o levou a comprar ações da SERI.E DESIGN: “A Yooper sempre sentiu necessidade de ter parceiros próximos para dar vazão às melhorias e customizações em plataformas como Fbits, Tray Varejo, Nuvem e sites institucionais, então vimos na aquisição da SERI.E DESIGN não só um potencial parceiro para crescermos e melhorarmos a qualidade dos nossos serviços, mas também uma oportunidade de levar nossa expertise avançada em Marketing para essas plataformas e, porque não, aumentar nosso market share”

Yooper e SERI.E DESIGN: quem são as agências?

Nascida em 2006 com a missão de oferecer estratégias criativas e soluções inteligentes para clientes que desejam desenvolver e implantar e-commerces de diversos setores, a SERI.E DESIGN tem como objetivo superar as expectativas dos clientes mais exigentes, desde o atendimento até a finalização do projeto. Até 2019, a SERI.E DESIGN desenvolveu mais de 2.700 projetos tendo como últimos cases: Unimed, i2GO, CVC Corp, Kikos Fitness, Long Island, Ferrari Net.

A compradora, Yooper, surgiu em 2011 com o nome de Compre Clicks e passou pela mudança de nome e de mindset em 2018. Focada em marketing digital, a agência oferece serviços de Inbound Marketing, Mídia, SEO, Redes Sociais, Email Marketing, Conteúdo e Influenciadores, com um histórico de participação em quase 500 projetos e atendimento de clientes como Embelleze, Lupo, Baw, Nutty Bavarian, Boa Vista, Clóvis, Farmácia Indiana, Moda Love e muitos outros.

De parceiras a irmãs: conhecendo o histórico da parceria
Sediadas na capital paulista, SERI.E DESIGN e a Yooper iniciaram uma parceria em meados de 2019. Segundo o novo CEO, “Em um período bem curto, as equipes demonstraram uma forte sinergia, refletindo diretamente nos clientes atendidos pelas duas empresas e resultando em elogios e indicações.” Com a chegada desses novos clientes, a SERI.E DESIGN identificou a necessidade em ter alguém com perfil mais estratégico e know-how diferenciado na equipe.

Do outro lado da transação, Leandro explica que, ao longo de toda a parceria, as motivações para a compra foram se consolidando naturalmente: “A qualidade dos trabalhos da SERI.E DESIGN e as vantagens de negócio apresentadas, bem como uma sinergia de negócios e valores, fizeram com que o time da Yooper olhasse de maneira diferenciada para essa oportunidade”.

O potencial para crescimento estava latente: uma proposta de sociedade e aporte foi feita por Gorzoni e aceita pelos sócios da SERI.E DESIGN (Rafael Grassmann, Rodrigo Augusto e Silvia Alessio). A entrada do novo sócio, somada ao aumento do investimento, amadurecimento de processos e união de know-hows são vistas por todos os envolvidos como pilares essenciais para o crescimento e expansão da SERI.E DESIGN, e são uma jogada importante para consolidá-la definitivamente como uma das principais agências especialistas em e-commerce e desenvolvimento do mercado.

Rodrigo Augusto, sócio da agência de desenvolvimento, se pronunciou: “Nossos clientes e colaboradores vão ganhar muito com a entrada do Leandro no quadro societário da SERI.E DESIGN. Ele é um cara extremamente estratégico, com grande conhecimento e expertise no segmento de e-commerce, comprovados pela evolução da agência Yooper, da qual é fundador. A partir de 2020 teremos duas empresas “irmãs”, a SERI.E DESIGN + Yooper, com serviços distintos que se complementam, já que não existe um case de sucesso sem um excelente desenvolvimento de layout e uma excelente gestão de performance, assim, concluindo minha afirmação, os nossos clientes serão os maiores beneficiários dessa aquisição, recebendo um serviço 360º de extrema qualidade”.

Curtir:

FacebookmailFacebookmail

Compartilhar:

FacebooktwitterpinterestlinkedinmailFacebooktwitterpinterestlinkedinmail

Como configurar meu domínio do registro.br da minha Loja na Nuvemshop?

Passo a passo de como criar os apontamentos DNS para que seu domínio funcione em sua loja virtual Nuvemshop.

O 🌎 Registro.Br  é o serviço oficial de comercialização de domínios com final .com.br no Brasil, e por esse motivo recomendamos que compre seu domínio diretamente com eles. Fazemos essa recomendação pois ao comprar um domínio  em outros serviços de comercialização, este será comprado no Registro.Br, o que poderá tornar o serviço um pouco mais caro e trabalhoso para configurar.

💡 Dica: caso ainda não tenha comprado o seu domínio, pode seguir os passos do tutorial 👉 Como comprar domínio do Registro.br?.

Este tutorial está dividido em duas partes:

  • Como prepara o domínio no Registro.br
  • Cadastrando os apontamentos
  • Adicionando o domínio no painel de administração de sua loja

Como prepara o domínio no Registro.br

1. Acesse o 🌎 Registro.Br e faça o login em sua conta. Em seguida, clique sobre o domínio que quer configurar.

2. Em seguida, vá até a seção Provedor de serviços e clique “Selecionar outro provedor”.

🌟 Importante: a configuração do provedor é indicada para quem nunca usou o domínio anteriormente em nenhum outro serviço. Se você já usou seu domínio em outra site ou plataforma, essa alteração também será necessária, porém assim que realizada, qualquer serviço que usa o domínio para funcionar (e-mail personalizado ou o site onde o domínio está vinculado) não funcionará após a mudança. Se essa é a primeira vez que você configura o domínio, prossiga com os passos sem qualquer preocupação.

3. Na seção Provedor de serviços, selecione a opção NENHUM (0) e clique em “Prosseguir” para continuar.

Será exibido um termo, com as condições de usar o Registro.Br como provedor do seu domínio. Clique em “Concordo” para prosseguir.

4. Para retornar para a tela de configurações dos domínios, clique em “Domínios”, e sem seguida novamente no domínio que quer configurar.

5. Na próxima tela, vá até a seção DNS e clique em “Editar zona”.

🌟 Importante: Caso não apareça a opção de “Editar Zona“, antes de prosseguir para o próximo passo é necessário alterar o servidor DNS que está configurado, para isso, é só seguir os passos desse tutorial 👉 Como alterar o servidor do meu domínio no Registro.br?.
Terminando essa configuração, pode retornar para esse ponto e clicar em “Editar Zona”.

6. Na próxima tela, você visualizará alguns campos. Não preencha nada e clique em “Modo avançado” para prosseguir. Em seguida, aparecerá um popup alertando sobre as configurações demandarem conhecimento avançado. Clique em “Sim” para continuar.

7. Na próxima tela, você deverá cadastrar os apontamentos. Clique em “Nova entrada” para continuar.

🌟 Importante: se você tiver acabado de comprar o domínio ou de alterar o provedor, pode aparecer uma informação de que o domínio encontra-se em transição ou que estará disponível para alterações somente em 72h. Tente atualizar a página ou saia do site e retorne após o prazo informado, para conferir se a mensagem desapareceu e os botões para o cadastro dos apontamentos foram habilitados.

Cadastrando os apontamentos

Apontamento Tipo CNAME

O apontamento do tipo CNAME é aquele que possibilita sua loja ser acessada com o WWW no começo. Preencha da seguinte forma:

  • Primeiro campo: escreva www;
  • Segundo campo: selecione a opção CNAME;
  • Terceiro campo: coloque a URL de sua loja na Nuvemshop (aquele com final .lojavirtualnuvem.com.br), sem “//” no começo e sem a “/” no final.

Clique em “Adicionar”.

Apontamento Tipo A

O apontamento do tipo A é aquele que possibilita sua loja ser acessada sem o WWW no começo. Clique novamente em Preencha da seguinte forma:

  • Primeiro campo: deixe em branco;
  • Segundo campo: selecione a opção A;
  • Terceiro campo: coloque o seguinte IP: 52.200.197.31

Clique em “Adicionar”.

Para finalizar a configuração no Registro.Br, clique em “Salvar”. Pronto, os apontamentos estarão feitos e as configurações no Registro.Br concluídas!

Adicionando o domínio no painel de administração de sua loja

Agora que você já fez a configuração correta dos apontamentos DNS no painel do Registro.Br, é preciso vincular o domínio à sua loja, inserindo-o no painel e administração da Nuvemshop.

1. No painel de administração de sua loja, siga pelo caminho Configurações > Domínios.

2. Clique no botão “Adicionar um novo domínio”.

Pode ser o botão do meio da tela, se for o seu primeiro domínio, ou do canto superior direito, se já tiver outros domínios cadastrados.

3. Preencha o campo com o endereço do seu domínio. Não é necessário colocar o “//” no começo, pois a plataforma já entende essa informação automaticamente. Clique em “Salvar domínio” para prosseguir.

4. Você verá uma mensagem sucesso, como no exemplo baixo:

🌟 Importante: ao fazer esta configuração, a plataforma poderá apresentar a informação de que falta vincular o domínio. Isso acontece pois seu domínio ainda estará em processo de propagação e o Registro.Br ainda não enviou a informação de que as configurações foram realizadas para a Nuvemshop. Em até 48 horas essa informação será atualizada.

Pronto, seu domínio estará configurado!

💡 Dica: Se tiver dificuldades seguindo os passos por escrito, temos um vídeo que explica como fazer as configurações necessárias:

 
📌Vale lembrar: como mencionamos acima, após essas configurações o domínio ficará por 48 horas em período de propagação e, por esse motivo, com possíveis instabilidades. Após 4 horas da configuração do domínio, o certificado de segurança SSL ficará disponível para a ativação. Consulte o tutorial 👉 Como ativar um certificado de segurança para meu domínio? para saber como ativar o SSL.

Como saber se o domínio foi configurado corretamente

Caso após as 48 horas de propagação seu domínio ainda não funcione, recomendamos que reveja os passos e confira se os apontamentos foram feitos corretamente. Uma alternativa é consultar os apontamentos via WhoIs, que é uma ferramenta que detecta quais apontamentos do seu domínio estão ativos. O processo é simples:

1. Acesse o site do 🌎 WhoIs, digite o seu domínio e clique na lupa, para pesquisar.

2. Na página do resultado, clique na opção “DNS Records”.

3. Agora, busque pelos apontamentos que você fez no painel do domínio. Eles estarão misturados junto de outros apontamentos:

Caso os apontamentos não apareçam na lista, entre em contato com o atendimento da empresa onde comprou o domínio, para que possam te ajudar a entender o problema. Se os apontamentos aparecerem, faça novamente os passos deste tutorial, para reconfirmar se tudo está correto. Se estiver e mesmo assim não funcionar, acesse o tutorial  👉 Por que minha loja está fora do ar? para entender quais são os possíveis motivos dela estar fora do ar, além dos apontamentos DNS.

Curtir:

FacebookmailFacebookmail

Compartilhar:

FacebooktwitterpinterestlinkedinmailFacebooktwitterpinterestlinkedinmail

7 habilidades de marketing digital para impulsionar as vendas da sua loja virtual

Os e-commerces são a nova tendência do empreendedor brasileiro. Eles possibilitam que qualquer pessoa tenha uma pequena empresa vendendo produtos online. Porém, é necessário pesquisar sempre sobre novas estratégias de marketing digital para não estagnar os negócios e perder clientes.

 

Por isso, confira no artigo de hoje 7 habilidades de marketing digital para impulsionar as vendas da sua loja virtual!

Análise de dados e testes

O primeiro passo para tomar decisões mais assertivas na sua loja virtual é analisar os dados do seu site.

Se você observa, por exemplo, que a maior parte de seus visitantes vêm de um canal de mídia específico (como Facebook), você poderá investir mais nesse canal.

Além disso, a partir dos dados você pode usar plataformas como o Optimizely para fazer testes em suas páginas, a fim de entender qual design ou copy converte mais, por exemplo, sem correr o risco de fazer uma mudança repentina.

UX Design

Durante a criação do seu site, o design de cada página precisa ser elaborado para aumentar suas conversões.

Por isso, a maior tendência do marketing digital é o UX Design, focado na experiência do usuário.

Integrando um sistema de feedback às suas páginas, como o Hotjar, você pode detectar os pontos fortes da sua página e onde é necessário fazer mudanças.

Nisso é importante incluir também a experiência no mobile e a criação de sites responsivos, pois atualmente o Brasil é o 5º país líder em uso de smartphones.

SEO

A otimização para os mecanismos de busca, conhecida como SEO, é fundamental para aumentar suas vendas de forma orgânica.

O objetivo do SEO é facilitar o rastreamento dos mecanismos de busca para encontrar o seu conteúdo.

A partir dele você pode aumentar seu tráfego orgânico, ou seja, sem pagar por anúncios, apenas investindo em otimizações a longo prazo.

HTML + CSS + JavaScript

Se engana quem pensa que para ter uma loja virtual basta divulgar os produtos para vendê-los.

Saber pelo menos o básico de programação é, atualmente, uma enorme vantagem competitiva para os donos de e-commerce.

Afinal, até mesmo em estratégias de SEO é necessário ter conhecimento do código das suas páginas para entender como cada função afeta a performance do site.

Para isso, aprenda o básico de:

  • HTML: É a linguagem básica do seu website, a estrutura dele;
  • CSS: Linguagem usada para definir a formatação visual do conteúdo HTML, a aparência;
  • JavaScript: Linguagem usada para gerar interatividade nos sites.

E-mail marketing

O e-mail marketing é um canal excelente para gerar conexão com o usuário, nutrir leads e aumentar suas conversões.

Sua principal vantagem é que o usuário decidiu se cadastrar na sua newsletter, ou seja, ele não se sente invadido, pelo contrário, decidiu receber seus e-mails por vontade própria.

Através do e-mail é possível quebrar objeções dos clientes, evitar o abandono de carrinho, fazer upselling e cross-selling.

Automação de marketing

Nem sempre será possível gerenciar todas as suas redes sociais manualmente. Para isso, invista na automação de marketing.

A automação de marketing é a estratégia de usar softwares de marketing para agir em escala e automaticamente.

Com esses softwares é possível identificar, monitorar e responder suas personas de forma personalizada.

Esses programas reduzem o trabalho manual da sua equipe de marketing e aumentam a eficiência do time, que passa a focar em tarefas mais relevantes.

Marketing de Conteúdo

Você sabia que um novo cliente pode custar até 7 vezes mais caro do que manter um cliente atual?

Por isso, investir em marketing de conteúdo é a chave para nutrir sua base de clientes e gerar valor para eles, mantendo seu público sempre interessado nos seus conteúdos.

Seja criando um blog, um canal no YouTube ou uma newsletter, o investimento em marketing de conteúdo não é tão alto e vai te gerar mais vendas e satisfação dos clientes.

Gostou das nossas dicas de 7 habilidades de marketing digital para impulsionar as vendas da sua loja virtual? Entre em contato

Curtir:

FacebookmailFacebookmail

Compartilhar:

FacebooktwitterpinterestlinkedinmailFacebooktwitterpinterestlinkedinmail

Black Friday é semana que vem, mas lojas já anunciam ofertas!


A Black Friday só acontece oficialmente na semana que vem, mas o consumidor já encontra empresas divulgando promoções antecipadas. Com tantas ofertas, a dúvida é: vale a pena comprar antes do dia 24 de novembro?

Segundo o supervisor do Procon-SP Bruno Stroebel, o ideal é esperar a data oficial. “A orientação é aguardar. Quando começar a Black Friday, o consumidor vai ter mais opções e mais lojas para comparar os preços.

A economista do Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) Ione Amorim concorda. “As campanhas antecipadas querem atrair, mas também confundem o consumidor. É preciso ter atenção para não se deixar levar pelo impulso. Na semana que vem, pode aparecer o produto em outro lugar, mais em conta. Quem já pesquisou e está monitorando o preço dos produtos de interesse está em uma situação mais favorável.

Dica: pesquise preços e evite a ‘Black Fraude’

Quem ainda não começou a pesquisar os preços deve aproveitar esses dias que antecedem o evento para isso, diz o supervisor do Procon-SP.
Aproveite esses dias para fazer pesquisas e ter uma ideia de quanto está o produto. O cuidado é para não cair na famosa ‘Black Fraude’, em que algumas lojas sobem o preço antes da data e depois reduzem para parecer que teve desconto. É maquiagem de preço e infração ao Código de Defesa do Consumidor.

O PROCON já começou a monitorar os preços nas lojas para coibir esse tipo de fraude, mas a orientação é que, ao pesquisar os valores, o consumidor faça registros. “Faça a pesquisa e tire foto da tela com o nome da loja e a data. Se for loja física, guarde o folheto da promoção.

Ele afirma que, se o consumidor encontrar empresas que subiram os preços para anunciar o produto como oferta na Black Friday, com esses registros será mais fácil denunciar a fraude.

Cadastro para receber ofertas em 1ª mão

Algumas lojas virtuais estão sugerindo que o consumidor faça um cadastro agora para receber as ofertas em primeira mão. Para Ione Amorim, o consumidor pode até fazer o cadastro antecipadamente, mas deve usar isso como ferramenta para acompanhar preços.

É uma fonte de pesquisa. Pode se cadastrar desde que tenha controle do que vai comprar, faça um planejamento, pesquise os preços e analise a política de privacidade, para não ficar recebendo depois inúmeras promoções e campanhas que não interessam.

Ela diz que o consumidor precisa estipular um valor que poderá gastar para não comprometer o orçamento. “A Black Friday coincide com o preparo para as compras de Natal e a liberação da primeira parcela do 13º salário. Mas é preciso se lembrar das obrigações financeiras do começo do ano. Faça a sua listinha e estabeleça quanto poderá gastar, para tomar decisões sem colocar a situação financeira em desequilíbrio.

Fonte:economia.uol.com.br

Curtir:

FacebookmailFacebookmail

Compartilhar:

FacebooktwitterpinterestlinkedinmailFacebooktwitterpinterestlinkedinmail

5 Dicas SEO para melhorar sua loja

Dicas SEO

Dicas SEO – Otimize seu site e venda mais!

Atualmente, estar no topo do Google pode te ajudar a ser encontrado por possíveis clientes. Desta forma, separamos algumas dicas para turbinar sua loja virtual. Confira nossas dicas para :

Dicas SEO
Dicas SEO

1. Dica SEO – Palavra-chave

Faça uma pesquisa de palavras mais usadas no buscador. O segredo é encontrar palavras-chaves muito procuradas (e relacionadas ao seu comércio) e que tenham uma concorrência menor (assim os valores são baixos)

(mais…)

Curtir:

FacebookmailFacebookmail

Compartilhar:

FacebooktwitterpinterestlinkedinmailFacebooktwitterpinterestlinkedinmail

Como está o campo de busca do seu e-commerce?

Untitled-1

Quando o campo de busca do e-commerce funciona, é quase como uma mágica: você simplesmente digita o que está procurando e os resultados acontecem em milissegundos. É rápido, conveniente, e super eficiente – mas não é de se admirar que muitos usuários preferem procurar os produtos clicando nas categorias do site… Infelizmente, o campo de busca dentro do e-commerce geralmente não funciona muito bem.
(mais…)

Curtir:

FacebookmailFacebookmail

Compartilhar:

FacebooktwitterpinterestlinkedinmailFacebooktwitterpinterestlinkedinmail

4 segredos da descrição de produtos

 

120529-4-secretos-para-crear-descripciones-de-producto-que-aumenten-tus-ventas-1418685894

As descrições são uma das razões que podem contribuir para que seu negócio cresça. Se forem muito grandes ou cansativas e não agregarem valor para os visitantes de seu site, podem até atrapalhar suas conversões. Compartilhamos aqui algumas recomendações para fazer com que esses textos motivem os usuários a comprar os seus produtos.
(mais…)

Curtir:

FacebookmailFacebookmail

Compartilhar:

FacebooktwitterpinterestlinkedinmailFacebooktwitterpinterestlinkedinmail

“O Futuro do SEO” – técnicas, estratégias e práticas

SEO

Uma das questões mais debatidas, ultimamente, sobre SEO é para onde aponta – e apontará – a bússola que norteia a otimização de sites.  A cada atualização do Google, podemos verificar que se faz necessário um novo olhar para todas as questões que circundam o SEO. Essa evolução acontece de maneira tão rápida e feroz que não seria exagero afirmar que o SEO, já não existe mais. Mas isso, não é uma coisa ruim, pelo contrário, é excelente!
(mais…)

Curtir:

FacebookmailFacebookmail

Compartilhar:

FacebooktwitterpinterestlinkedinmailFacebooktwitterpinterestlinkedinmail