Confira os 10 melhores produtos para vender online

Quer criar um e-commerce e não sabe qual setor investir?

As lojas virtuais estão crescendo no Brasil. O e-commerce é um setor que cresce em meio a crise econômica do país. Mas qual são os produtos mais procurados no ambiente virtual?

A EBIT realizou uma pesquisa e apontou quais são os 10 produtos que mais vende online.

Veja quais são:

1- Eletrodomésticos

2- Smartphones

3- Eletrônicos

4- Suprimentos de Informática

5- Casa e Decoração

6- Roupas e Acessórios

7- Cosméticos

8- Livros

9- Acessórios Automotivos

10- Artigos Esportivos

Pronto para começar sua loja virtual de sucesso? Conheça nosso serviços

 

7 tendências para seu e-commerce sair na frente

Descubra como deixar seu e-commerce mais lucrativo

A crise não diminuiu o crescimento do comércio online. O e-commerce cresceu 11% em relação ao ano anterior, movimentando R$ 53,4 milhões. Acompanhar as tendências de mercado e criar melhorias é um passo importante para manter-se a frente de concorrentes cada vez mais presentes.

Confira abaixo:

1- O cliente em primeiro lugar

Além da comodidade e conveniência, as lojas virtuais precisam se preocupar com a experiência do usuário, cada vez mais exigente. Uma loja precisa transmitir segurança, boa experiência de compra, ofertas relevantes e atendimento personalizado.

2- Mensure e analise sempre

Uma das vantagens do e-commerce é a possibilidade de testar e ver o que dá certo e o que não funciona. A mensuração fornece uma visão aprofundada e maior alcance sobre o comportamento do cliente dentro da loja, possibilitando conversões maiores.

3- Atendimento ao cliente mais próximo e interações em tempo real

Um atendimento personalizado e humanizado atrai mais clientes a realizarem uma compra na sua loja. Um exemplo são ferramentas de chat online, redes sociais, SMS e newsletter. Outro fator é interações que podem ser feitas diretamente como: citar nominalmente o cliente no blog, interações em redes sociais, otimizar interação da loja, etc.

4- Crescimento do mobile

Uma loja responsiva (que se adapta no celular) é cada vez mais importante com o aumento do uso de celular para compras online. Quem investir no e-commerce mobile e focar no atendimento diferenciado conseguirá crescer neste mercado.

5- Venda via redes sociais

É possível vender mais através das redes sociais. É preciso engajamento, criatividade e presença da empresa. Para isso, é preciso mensurar, testar e analisar o que está funcionando nas suas redes sociais e o que pode melhorar.

6- Cuidado com as entregas no mesmo dia

Muitos clientes gostam de receber o item rapidamente, mas é preciso verificar se esta é a melhor opção para seu público-alvo e se sua atual estrutura consegue oferecer a opção.

7- Small Data é tendência estratégica

A Small Data ganha traz espaço para insights e ideias exclusivas. A estratégia constitui em avaliar o consumidor de perto durante toda a sua rotina. O método proporciona a visão para novas inovações que o cliente poderia utilizar para facilitar no seu dia a dia.

Quer ter uma loja profissional? Conheça nossos planos!

#Tutorial: 4 dicas de ouro para a capa da sua loja

Saiba como a imagem pode te ajudar a vender mais

Banner principal é a imagem em destaque do seu site. Seria o outdoor da sua loja, e por isso é muito importante na hora de vender.

O banner principal é a capa da sua loja. É importante que mostre o que sua loja quer passar ao consumidor: segurança, profissionalismo e bom gosto.
Confira nossas 5 dicas para criar o banner perfeito:

1- Escolha imagens de boa qualidade

Continue lendo “#Tutorial: 4 dicas de ouro para a capa da sua loja”

Jacques Janine é a nova loja criada pela Seri.e

Conheça a história da primeira rede de salões de beleza da América Latina

A nova loja criada pela Seri.e Design é a do salão Jacques Janine. O salão criado por Jacques e Janine Goossens está no mercado de beleza há 59 anos, e é conhecido pelo pioneirismo na área de estética e maquiagem social. São mais de 60 unidades espalhadas por todo o Brasil e uma instalada na Flórida, Estados Unidos.

Continue lendo “Jacques Janine é a nova loja criada pela Seri.e”

Seri.e design é destaque nesta terça-feira no Ecommerce News

Conheça um pouco a nossa história, são mais de 600 lojas virtuais já entregues

 

Nesta terça-feira (14), a Seri.e design foi destaque na Ecommerce News. Com 10 anos de história, a agência localizada em São Paulo tem como principal foco o comércio eletrônico, design gráfico e desenvolvimento de sites.  Já foram mais de 600 lojas virtuais entregues nas mais diversas plataformas.

A equipe da Seri.e é composta por designers, programadores, publicitários e jornalistas que trabalham para entregar soluções inteligentes em uma perspectiva global.

Segundo a Ecommerce News, o diferencial da Seri.e é o atendimento fulltime junto ao cliente com a coordenação dos diretores da agência. Além da preocupação com a criatividade e design.

A Seri.e Design é membro da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABCOMM).

Os serviços disponíveis são: planejamento, desenvolvimento de layout para e-commerce, criação de sites responsivos, criação de banners e social media, criação de identidade visual, consultoria em marketing digital.

Leia a matéria na íntegra 

 

Quer saber mais? Entre em contato conosco aqui

 

 

Sua loja física pode te ajudar a criar o seu e-commerce

Dicas importantes sobre como ampliar sua visão no e-commerce

Quem é vendedor, entende a essência de vender. Mas é preciso entender que as lojas online tem suas peculiaridades. Não adianta copiar tudo o que funciona no varejo físico. É preciso avaliar o que é possível aproveitar para a loja virtual. Por isso preparamos algumas dicas de como começar sua loja virtual.
1- Invista em publicidade

A publicidade online não é tão cara quanto as mídias tradicionais. Invista em publicidade com escala e conversão. Atualmente, temos diversos meios para isso: Google, Facebook, Twitter, Instagram, Sites conhecidos.
2- Cuidado com a gestão do estoque

Ter uma enorme variedade de produtos não é a prioridade. É melhor investir em uma quantidade maior de estoque.
3- Pense diferente

O mundo virtual é diferente! Ter redes sociais e criar posts divertidos pode fazer toda a diferença na hora de conhecer sua loja.
4- Controle de custos

Lembre-se que a loja virtual terá custo de frete, controle de envio e isso alterará a forma de calcular preços de venda.
Na hora de entrar no mundo virtual, seja cuidadoso. Para atingir sucesso nas vendas online, procure profissionais qualificados que tenham experiência.

6 Motivos para abrir uma loja virtual

Nos próximos anos, o varejo virtual aumentará de 3% para 6% do varejo total

Dados da Euromonitor International prevê que no Brasil, a paticipação das vendas online em 2019 será de 4.3% do total de vendas no país, atingindo U$ 19.1 bilhões.
Nos Estados Unidos e em alguns países Europeus e Asiáticos, as vendas online já são de 9%. Segundo o Ebit, a participação das lojas virtuais brasileiras já são mais de R$ 41 Bilhões em vendas anuais.
Motivos para abrir uma loja virtual:
1- Crescimento do setor e previsão de aumento nos próximos anos

Não fique para trás! O aumento das lojas virtuais já é estimativa econômica.

2- A praticidade de fazer compras online

As pessoas buscam praticidade no dia a dia. Segundo estudos do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), 33% dos compradores reconhecem a economia de tempo uma grande vantagem das compras online.

3- Comprar pela internet está mais seguro

Antigamente as pessoas tinham receio de comprar virtualmente, mas essa percepção mudou. Estudos apontam que numa escala de zero a dez, o índice médio de satisfação do consumidor brasileiro com as compras online é de 9.3
4- É fácil pesquisar e comprar os preços

Uma das vantagens do e-commerce é comparar preços e lojas dentro de casa.

5- O número de pessoas conectadas aumentou no Brasil

Segundo o IBGE, 50% das casas brasileiras tem internet.

6- Crescimento de smartphones com acesso a internet

Pesquisas revelam que há mais linhas de celulares que pessoas no mundo! O crescimento do aparelho contribui para o aumento de usuários online.

92% dos usuários que visitam pela primeira vez desistem da compra se o site não parecer confiável

98% desistem se falta alguma informação no site

De acordo com o relatório “Reimagining Commerce”, 45% dos visitantes entram em um e-commerce (site online de vendas) em busca de produtos ou serviços que a loja oferece e outros 25% estão comparando preços. Uma entre dez pessoas que estão procurando detalhes da loja.

A experiência do usuário também é importante na hora da compra. Um terço dos usuários entram através de dispositivos, o que demonstra a importância do site adaptado para celular. Eles levam em consideração desde a navegação até o checkout, e deixam de comprar se houver problema em alguma etapa. Na hora da venda, o usuário busca conteúdo relevante, customizado e simples.

Os relatórios apresentam também que cerca de 91% dos entrevistados pretendem realizar mais compras online. Mas o conteúdo básico, não será mais bem visto aos consumidores online, que estão cada vez mais exigentes.

Lições do E-commerce americano para o Brasil

eua

Em 2014 o e-commerce brasileiro registrou R$ 38,8 bilhões de faturamento, ultrapassando a marca de 100 milhões de pedidos e atingindo mais da metade da população com acesso à Internet, segundo o relatório Webshoppers. O desempenho foi obtido, principalmente, pela incorporação de tendências observadas em grandes centros, como os Estados Unidos, e já coloca o país na décima posição entre os maiores mercados do setor, segundo o eMarketer. Entretanto, ainda estamos distantes dos norte-americanos: apenas no ano passado, o faturamento das lojas virtuais de lá foi de US$ 303 bilhões, de acordo com o Departamento de Comércio dos EUA. Confira as lições já aprendidas e as que ainda precisamos absorver para evoluir mais:
Continue lendo “Lições do E-commerce americano para o Brasil”

Dia das Crianças: Pais apontam brinquedos e eletrônicos como as preferências de presentes

kids

Brinquedos de todos os tipos – educativos, de controle remoto, pelúcias e jogos de tabuleiro – são os produtos mais mencionados pelos pais como opções de presentes para o Dia das Crianças em pesquisa realizada pelo MercadoLivre com 538 usuários da plataforma. Juntos, esses tipos de brinquedos somam 52% das intenções de compra. Os pais puderam citar mais de uma opção de presente – e com isso os aparelhos eletrônicos praticamente empataram com os brinquedos tradicionais: smartphones, tablets e computadores somaram 51% de menções. Apenas 30% dos pais comprarão apenas 1 presente neste dia. A maioria (66%) vai comprar dois presentes ou mais. Quatro por cento ainda não sabem quantos presentes irão comprar.
Continue lendo “Dia das Crianças: Pais apontam brinquedos e eletrônicos como as preferências de presentes”